Rio recebe 27 mil pistolas com recursos da intervenção federal

As forças de segurança do estado do Rio receberam um lote de 27.424 pistolas compradas com verbas da intervenção federal. Os equipamentos foram entregues simbolicamente nesta terça-feira (10) ao governador Wilson Witzel, na sede do Comando Militar do Leste (CML), e ajudarão a equipar as polícias Militar e Civil, os agentes penitenciários e o Corpo de Bombeiros.

Rio recebe 27 mil pistolas com recursos da intervenção federal

Por Carolina Perez 

O governador Wilson Witzel participou, nesta terça-feira (10/09), da cerimônia de entrega simbólica de armamento ao Governo do Estado pelo Gabinete de Intervenção Federal (GIF), no Comando Militar do Leste, no Centro. Ao todo, foram entregues 27.424 pistolas (Glock calibre.40) para as secretarias de Polícia Civil, Polícia Militar, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros e de Administração Penitenciária. Os equipamentos, adquiridos com recursos do Governo Federal, representam o legado da Intervenção Federal na Segurança Pública do estado, finalizada em dezembro de 2018.

- Certamente, este armamento será extremamente útil às nossas forças de segurança, especialmente para a nossa Polícia Militar. Este legado será muito bem empregado. São pistolas de excelente nível técnico e muito esperadas pelas corporações. Eu tenho certeza que estaremos ofertando aos nossos profissionais mais dignidade de trabalho – afirmou o governador.

Responsável pelo policiamento ostensivo no estado, a Polícia Militar ficará com o maior número de pistolas: 15 mil, no total. Outras 9.360 serão destinadas à Polícia Civil. Agentes da Secretaria de Administração Penitenciária ficarão com 3 mil armas, enquanto o Corpo de Bombeiros, 64 pistolas. Segundo o coordenador-geral da gestão do material do Gabinete de Intervenção Federal, Mario Luiz de Ataíde Fonseca, três helicópteros adquiridos na Itália chegarão até janeiro de 2021. Dois seguirão para a Polícia Civil e um para o Corpo de Bombeiros. A compra das aeronaves totaliza R$ 150 milhões.

- Já entregamos mais de 60% do material adquirido pelo GIF desde fevereiro deste ano, algo em torno de R$ 600 milhões. Faltam 30% ainda, entre viaturas, mais armamento e um equipamento de imagem, que será acoplado aos helicópteros da Polícia Militar, no valor de R$ 25 milhões – detalhou o coordenador.

As novas armas representaram um salto de qualidade no combate ao crime e na defesa da integridade dos agentes de segurança. O custo total da aquisição pelo Governo Federal foi de R$ 43.329.92,00.

A pistola Glock .40

De origem austríaca, a pistola Glock .40 é tida como um armamento leve e de ótima precisão. É uma das mais utilizadas por policiais de todo o mundo por ter o sistema de segurança Safe Action (ação segura), que impede disparos inadvertidos.

Philippe Lima